palle verdi green pharmacy
Reciclagem - Apoteca Natura

A reciclagem

Se reciclarmos evitamos que produtos e materiais se transformem em resíduos, transformando-os noutros completamente novos, prolongando a sua vida útil e ajudando a preservar os recursos naturais do planeta.


No entanto, para obter todos os benefícios da reciclagem, é necessário que a mesma seja feita da forma correta. Por exemplo, sobras ou medicamentos vencidos e as suas embalagens, vazias ou não, não são resíduos comuns, pois, dadas as suas características, necessitam de uma recolha seletiva específica.

Reciclagem - Apoteca Natura

Reciclagem de medicamentos

Os resíduos domésticos de medicamentos são excedentes ou medicamentos vencidos e respetivas embalagens, vazias ou não, que são gerados nas residências dos indivíduos.

Os medicamentos não são um resíduo qualquer. São substâncias geralmente concebidas para “durar” a longo prazo, são pouco biodegradáveis e persistem durante muito tempo no ambiente, razão pela qual, dadas as suas características, necessitam de recolha seletiva específica para garantir a sua gestão adequada.

Se não os utilizarmos adequadamente, poderão ter consequências negativas para a nossa saúde e para o meio ambiente.

Para a recolha de medicamentos, as farmácias em Portugal disponibilizam recipientes específicos, identificados como pontos de recolha VALORMED. Uma vez depositados no ponto de recolha na farmácia, os medicamentos receberão o correto tratamento ambiental.

Abaixo, indicamos uma série de pequenos gestos com os quais ajudará a garantir o correto tratamento ambiental desses resíduos, proteger o nosso meio ambiente e cuidar da sua saúde:

  • Nunca deite o excedente dos medicamentos no lixo, nem o misture com o restante lixo doméstico. Deve ser depositado nos recipientes encontrados nas farmácias.
  • No ponto de recolha da VALORMED pode depositar os medicamentos expirados ou que não têm mais uso e depositar também recipientes ou caixas de medicamentos, vazios ou com conteúdo, junto com o folheto informativo.

É muito importante depositar também os recipientes, pois podem conter vestígios de medicamentos.

  • Nunca guarde em casa doses excedentes dos tratamentos prescritos pelo médico, pois também devem ser depositadas nos contentores VALORMED que se encontram nas farmácias. Desta forma evita-se o risco de uma automedicação inadequada, evitando assim situações como a resistência antimicrobiana, que mencionámos no ponto anterior.
  • Verifique seu o armário de remédios a cada 6 ou 12 meses, para ter a certeza de remover todos os medicamentos que não precisa mais ou que estão em mau estado. É importante manter os medicamentos com a bula e embalagem originais, para ter as informações necessárias, como prazo de validade e condições de armazenamento.

  • Não depositar agulhas, termómetros, óculos, gazes, produtos químicos, raios X, baterias, máscaras ou testes COVID-19 no contentor da VALORMED.

Verifique no seu município se existe recolha específica para agulhas.

Os raios X e os termómetros de mercúrio contêm sais de prata ou mercúrio (materiais poluentes), por isso é preciso evitar que acabem em aterros sanitários. Informe-se junto da sua farmácia, qual a melhor altura para os entregar.

As máscaras podem conter uma mistura de papel e polímeros, como polipropileno e poliéster, que não podem ser separados em fluxos puros de materiais únicos para reciclagem. Para além disso, são tão pequenos que ficam presos nas máquinas de reciclagem e provocam avarias. É importante evitar que caiam no chão, pois, com as primeiras chuvas, chegarão à rede de esgoto ou a um curso de água e daí para o oceano. Uma máscara higiénica comum abandonada pode levar entre 300 e 400 anos para se degradar.

No caso dos testes de antigénio, alguns fabricantes incluem nas embalagens sacos plásticos especiais para colocar todos os elementos, para facilitar seu processamento.

  • Se tiver alguma dúvida, vá à sua farmácia de confiança para obter aconselhamento adequado sobre o uso adequado de medicamentos.

Reciclagem em casa

Um futuro sustentável consiste em integrar cada vez mais o hábito de reduzir, reciclar e reutilizar em todas as áreas da nossa vida. Reciclar significa poupar matérias-primas, energia, água e reduzir as emissões de gases com efeito de estufa. Para além disso, gera novos postos de trabalho.

Mas, às vezes, o problema é que não sabemos o local certo para colocar os nossos resíduos e não sabemos se podemos reciclar todos os objetos que usamos em casa.

Se quiser aprender a reciclar corretamente, recomendamos uma série de dicas:

  • Coloque recipientes plásticos no contentor amarelo: garrafas, caixas, frascos de detergente, shampoo, gel, tampas, sacos, potes e tampas plásticas de iogurte. Pode também colocar recipientes de metal, como bandejas de alumínio, sprays ou frascos de desodorizantes e tubos de pasta dos dentes neste recipiente. Tenha em mente que o alumínio e muitos plásticos podem ser reciclados ilimitadamente sem perder a sua qualidade.

Lembre-se que o plástico é um material que pode levar entre 100 e 1000 anos para se degradar (em média 500 anos). Podem também formar-se microplásticos, pequenas partículas de plástico que as estações de tratamento não conseguem reter e chegar diretamente ao mar, sendo ingeridas pelos animais, causando problemas de saúde, que podem chegar também aos alimentos que consumimos. É importante reduzir o seu impacto limitando o seu consumo, reutilizando as embalagens sempre que possível e reciclando-as quando já não têm utilidade.

  • Não coloque no contentor amarelo: brinquedos de plástico, biberões e chupetas, utensílios de cozinha e baldes de plástico. Todos estes devem ser depositados no lixo ou, no caso dos brinquedos, doá-los através de organizações dedicadas a obras sociais.
  • Coloque no contentor azul apenas caixas de papel e cartão: embalagens de alimentos, calçado, produtos congelados, papel de embrulho ou de uso diário, etc. É importante dobrar e comprimir os recipientes sempre que possível, para poupar espaço no recipiente e facilitar a separação.
  • Coloque garrafas de vidro e frascos de alimentos no recipiente verde. O vidro é um daqueles materiais que pode ser reciclado infinitamente sem perder nenhuma de suas propriedades. É recolhido novamente, levado à estação de tratamento para ser triturado, desobstruído de impurezas e depois enviado para a fábrica de embalagens, onde ganhará nova vida.
  • Não colocar no recipiente verde: lâmpadas, espelhos, cinzeiros, copos e louças. É muito importante saber diferenciar o vidro do cristal, pois no recipiente verde deve ser colocado apenas vidro.
  • Se a sua área tiver recipientes castanhos (orgânicos), deve colocar resíduos de alimentos, como cascas de frutas, espinhas de peixe, restos de carne, saquinhos de chá, borras de café, flores e resíduos de jardim, cascas de ovos e guardanapos ou papel usados. Com os restos pode fazer composto, uma mistura de biorresíduos fermentados e materiais minerais que pode ser usado como fertilizante e como gerador de energia.
  • Não coloque detritos não orgânicos, como objetos de cerâmica, caixas de madeira, fraldas, pontas de cigarro, pastilhas elásticas, lenços humedecidos, areia de animais de estimação, cabelos ou cotão, no recipiente de compostagem.
  • Coloque no recipiente de lixo doméstico todos os resíduos que não podem ser reciclados ou podem ser usados ​​para fazer compostagem, como brinquedos, chupetas, utensílios de cozinha, fraldas, pensos higiénicos, areia para animais de estimação, objetos de cerâmica, cabelos, etc.
  • Não colocar no contentor de lixo: pilhas, baterias, telemóveis, computadores, máquinas fotográficas, tinteiros e impressoras, CDs e unidades de armazenamento móveis, espelhos, eletrodomésticos ou óleos usados ​​no contentor de resíduos, pois devem ser depositados nos Pontos Limpos. Lembre-se que nem todos os pontos aceitam os mesmos objetos.
  • Não é necessário lavar bem os recipientes antes de reciclá-los. Basta apenas correr um jato rápido de água. Durante o processo de reciclagem, os recipientes passam por um processo de lavagem industrial, portanto não é necessário desperdiçar muita água desnecessariamente, podendo investir esse tempo em outras atividades mais sustentáveis.
Reciclagem - Apoteca Natura

Reciclagem de medicamentos

Os resíduos domésticos de medicamentos são excedentes ou medicamentos vencidos e respetivas embalagens, vazias ou não, que são gerados nas residências dos indivíduos.

Os medicamentos não são um resíduo qualquer. São substâncias geralmente concebidas para “durar” a longo prazo, são pouco biodegradáveis e persistem durante muito tempo no ambiente, razão pela qual, dadas as suas características, necessitam de recolha seletiva específica para garantir a sua gestão adequada.

Se não os utilizarmos adequadamente, poderão ter consequências negativas para a nossa saúde e para o meio ambiente.

Para a recolha de medicamentos, as farmácias em Portugal disponibilizam recipientes específicos, identificados como pontos de recolha VALORMED. Uma vez depositados no ponto de recolha na farmácia, os medicamentos receberão o correto tratamento ambiental.

Abaixo, indicamos uma série de pequenos gestos com os quais ajudará a garantir o correto tratamento ambiental desses resíduos, proteger o nosso meio ambiente e cuidar da sua saúde:

  • Nunca deite o excedente dos medicamentos no lixo, nem o misture com o restante lixo doméstico. Deve ser depositado nos recipientes encontrados nas farmácias.
  • No ponto de recolha da VALORMED pode depositar os medicamentos expirados ou que não têm mais uso e depositar também recipientes ou caixas de medicamentos, vazios ou com conteúdo, junto com o folheto informativo.

É muito importante depositar também os recipientes, pois podem conter vestígios de medicamentos.

  • Nunca guarde em casa doses excedentes dos tratamentos prescritos pelo médico, pois também devem ser depositadas nos contentores VALORMED que se encontram nas farmácias. Desta forma evita-se o risco de uma automedicação inadequada, evitando assim situações como a resistência antimicrobiana, que mencionámos no ponto anterior.
  • Verifique seu o armário de remédios a cada 6 ou 12 meses, para ter a certeza de remover todos os medicamentos que não precisa mais ou que estão em mau estado. É importante manter os medicamentos com a bula e embalagem originais, para ter as informações necessárias, como prazo de validade e condições de armazenamento.

  • Não depositar agulhas, termómetros, óculos, gazes, produtos químicos, raios X, baterias, máscaras ou testes COVID-19 no contentor da VALORMED.

Verifique no seu município se existe recolha específica para agulhas.

Os raios X e os termómetros de mercúrio contêm sais de prata ou mercúrio (materiais poluentes), por isso é preciso evitar que acabem em aterros sanitários. Informe-se junto da sua farmácia, qual a melhor altura para os entregar.

As máscaras podem conter uma mistura de papel e polímeros, como polipropileno e poliéster, que não podem ser separados em fluxos puros de materiais únicos para reciclagem. Para além disso, são tão pequenos que ficam presos nas máquinas de reciclagem e provocam avarias. É importante evitar que caiam no chão, pois, com as primeiras chuvas, chegarão à rede de esgoto ou a um curso de água e daí para o oceano. Uma máscara higiénica comum abandonada pode levar entre 300 e 400 anos para se degradar.

No caso dos testes de antigénio, alguns fabricantes incluem nas embalagens sacos plásticos especiais para colocar todos os elementos, para facilitar seu processamento.

  • Se tiver alguma dúvida, vá à sua farmácia de confiança para obter aconselhamento adequado sobre o uso adequado de medicamentos.
Reciclagem - Apoteca Natura

Reciclagem em casa

Um futuro sustentável consiste em integrar cada vez mais o hábito de reduzir, reciclar e reutilizar em todas as áreas da nossa vida. Reciclar significa poupar matérias-primas, energia, água e reduzir as emissões de gases com efeito de estufa. Para além disso, gera novos postos de trabalho.

Mas, às vezes, o problema é que não sabemos o local certo para colocar os nossos resíduos e não sabemos se podemos reciclar todos os objetos que usamos em casa.

Se quiser aprender a reciclar corretamente, recomendamos uma série de dicas:

  • Coloque recipientes plásticos no contentor amarelo: garrafas, caixas, frascos de detergente, shampoo, gel, tampas, sacos, potes e tampas plásticas de iogurte. Pode também colocar recipientes de metal, como bandejas de alumínio, sprays ou frascos de desodorizantes e tubos de pasta dos dentes neste recipiente. Tenha em mente que o alumínio e muitos plásticos podem ser reciclados ilimitadamente sem perder a sua qualidade.

Lembre-se que o plástico é um material que pode levar entre 100 e 1000 anos para se degradar (em média 500 anos). Podem também formar-se microplásticos, pequenas partículas de plástico que as estações de tratamento não conseguem reter e chegar diretamente ao mar, sendo ingeridas pelos animais, causando problemas de saúde, que podem chegar também aos alimentos que consumimos. É importante reduzir o seu impacto limitando o seu consumo, reutilizando as embalagens sempre que possível e reciclando-as quando já não têm utilidade.

  • Não coloque no contentor amarelo: brinquedos de plástico, biberões e chupetas, utensílios de cozinha e baldes de plástico. Todos estes devem ser depositados no lixo ou, no caso dos brinquedos, doá-los através de organizações dedicadas a obras sociais.
  • Coloque no contentor azul apenas caixas de papel e cartão: embalagens de alimentos, calçado, produtos congelados, papel de embrulho ou de uso diário, etc. É importante dobrar e comprimir os recipientes sempre que possível, para poupar espaço no recipiente e facilitar a separação.
  • Coloque garrafas de vidro e frascos de alimentos no recipiente verde. O vidro é um daqueles materiais que pode ser reciclado infinitamente sem perder nenhuma de suas propriedades. É recolhido novamente, levado à estação de tratamento para ser triturado, desobstruído de impurezas e depois enviado para a fábrica de embalagens, onde ganhará nova vida.
  • Não colocar no recipiente verde: lâmpadas, espelhos, cinzeiros, copos e louças. É muito importante saber diferenciar o vidro do cristal, pois no recipiente verde deve ser colocado apenas vidro.
  • Se a sua área tiver recipientes castanhos (orgânicos), deve colocar resíduos de alimentos, como cascas de frutas, espinhas de peixe, restos de carne, saquinhos de chá, borras de café, flores e resíduos de jardim, cascas de ovos e guardanapos ou papel usados. Com os restos pode fazer composto, uma mistura de biorresíduos fermentados e materiais minerais que pode ser usado como fertilizante e como gerador de energia.
  • Não coloque detritos não orgânicos, como objetos de cerâmica, caixas de madeira, fraldas, pontas de cigarro, pastilhas elásticas, lenços humedecidos, areia de animais de estimação, cabelos ou cotão, no recipiente de compostagem.
  • Coloque no recipiente de lixo doméstico todos os resíduos que não podem ser reciclados ou podem ser usados ​​para fazer compostagem, como brinquedos, chupetas, utensílios de cozinha, fraldas, pensos higiénicos, areia para animais de estimação, objetos de cerâmica, cabelos, etc.
  • Não colocar no contentor de lixo: pilhas, baterias, telemóveis, computadores, máquinas fotográficas, tinteiros e impressoras, CDs e unidades de armazenamento móveis, espelhos, eletrodomésticos ou óleos usados ​​no contentor de resíduos, pois devem ser depositados nos Pontos Limpos. Lembre-se que nem todos os pontos aceitam os mesmos objetos.
  • Não é necessário lavar bem os recipientes antes de reciclá-los. Basta apenas correr um jato rápido de água. Durante o processo de reciclagem, os recipientes passam por um processo de lavagem industrial, portanto não é necessário desperdiçar muita água desnecessariamente, podendo investir esse tempo em outras atividades mais sustentáveis.

AÇÕES SUSTENTÁVEIS

QUER SER MAIS SUSTENTÁVEL?
VAMOS COMEÇAR!

Priorize produtos 100% naturais e biodegradáveis. Tente rever e melhorar o seu estilo de vida.

Não tome antibióticos sem receita médica. Use medicamentos apenas quando necessário.

Limite drasticamente o uso de inseticidas, herbicidas, fungicidas, produtos farmacêuticos e desinfetantes sanitários.

Utilize corretamente os medicamentos prescritos, respeitando as doses, intervalos de ingestão e duração do tratamento.

Use produtos naturais e facilmente biodegradáveis para limpar a sua casa também.

Saiba mais como reciclar corretamente todas as embalagens no seu dia a dia.

Venha à farmácia reciclar medicamentos expirados ou não utilizados.

Partilhe estas dicas com a sua família e amigos!

Il collegamento alla tua Farmacia di fiducia è possibile solo nel caso in cui sia una Farmacia Apoteca Natura o Farmacia Apoteca Natura Centro Salute.

Reciclagem - Apoteca Natura
Reciclagem - Apoteca Natura